Manaus – Com 324 atendimentos em menos de 2h, a emissão de documentos, como Carteira de Identidade e Certidão de Nascimento, foi o serviço mais procurado pela população na 13ª edição do Dia Nacional da Construção Social (DNCS), no Amazonas, de acordo com a primeira parcial do vento, divulgada às 11h30 de hoje (17), pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil e pelo Serviço Social da Indústria (SESI). No geral, foram feitos até agora 1.526 atendimentos no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, no bairro Santo Antonio, em Manaus.

Com o tema “O Mundo Está Mudando, E Você?”, o DNCS é promovido em todo o Brasil neste sábado pela CBIC e SESI. Em Manaus é realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM) e Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci), contando com o apoio institucional de 20 parceiros e patrocínio de dez empresas da construção civil.

De acordo com o presidente do Sinduscon-AM, Frank Souza, a expectativa é de que até o final do evento, às 15h30, em Manaus, sejam realizados pelo menos 3.000 atendimentos. Além de cidadania, os maiores números de atendimentos se concentraram nos serviços de Educação (358) e Saúde (255).

Nem todos os trabalhadores da indústria da construção civil foram ao Centro de Convivência da Família, neste sábado, em busca de atendimento médico ou de cidadania. O maior interesse do servente João do Nascimento Souza Filho, 31, que trabalha na Construtora J. Nasser, era participar do torneio de Futsal, que reuniu 11 equipes de várias empresas do segmento de Manaus. Há quatro meses na empresa, João, acompanhado da mulher, Ana Caroline, 21, com o filho Kaiquy, de apenas de um mês de vida no colo, ia atuar como goleiro do seu time.